CGI - Crédito com Garantia Imobiliária

Crédito com garantia de imóvel: o que é?

É uma modalidade de empréstimo em que um imóvel residencial ou comercial é colocado como garantia. Desta forma, a taxa de juros fica bem mais em conta, já que quem empresta tem a certeza de que a chance de inadimplência é muito baixa.

Em outras categorias de empréstimo, os juros podem chegar até 12% ao mês, enquanto a taxa dessa modalidade vai de 1% a 1,9% ao mês.

O melhor é que você não perde o uso nem a propriedade do imóvel durante o empréstimo. O cliente continua sendo o dono do imóvel. É feita uma alienação fiduciária, que permite um processo judicial mais seguro e rápido no caso extremo de não-pagamento continuado.

Como funciona o CGI?

Funciona assim: você pede um crédito de até 50% do valor do seu imóvel, que fica como garantia de pagamento sem você precisar vender ou sair dele, e faz os pagamentos mensais em parcelas que cabem no seu bolso.

E o melhor: você pode usar o crédito para fazer o que quiser, como pagar dívidas pra se organizar financeiramente, abrir seu próprio negócio, levantar capital pra não perder uma oportunidade de negócio, etc.

Como consigo pagar menos juros?

Todo mundo sabe que é mais saudável para o bolso comparar os juros entre instituições financeiras, mas os processos são tão burocráticos que muita gente desiste no meio do caminho e acaba optando pelas primeiras opções. Aqui na Zogg, damos preferência a prestações fixas que permitem um planjamento financeiro mais adequado, com processos simples e análise simplificada.

Existe dois tipos de tabelas praticadas: a SAC e a Price. Tanto a SAC como a Tabela Price funcionam da seguinte forma: elas vão reduzindo o saldo devedor, parcela a parcela, para que ele fique menor e incorra menos juros sobre ele. A diferença está na forma e rapidez de amortização. E isso afeta tudo, do valor das parcelas à quantia total de juros pagas por quem pega o empréstimo.

SAC
PRICE
Parcelas começam mais altas e vão caindo
Parcelas não mudam
Amortização (parte da parcela que reduz o saldo devedor) fixa
Amortização crescente
Saldo devedor sofre redução um pouco mais acelerada
Saldo devedor é reduzido mais lentamente
Montante de juros tende a ser menor ao fim do prazo
Montante de juros maior ao fim do prazo
Mais apropriada para imóveis
Mais comum em carros

Posso compor renda com um familiar?

Sim. Você pode compor renda com mais uma pessoa (não necessariamente familiar), desde que ambas sejam proprietárias do imóvel a ser colocado como garantia.

Que imóveis eu posso colocar como garantia?

Imóveis residenciais e comerciais que não estejam na lista abaixo:

  • Rurais
  • Caracterizados como sob regime de ocupação (vulgarmente conhecido como “posse”)
  • Definidos como galpão ou edícula.
  • Com estrutura de madeira ou pré-fabricados.
  • Em processo de leilão.
  • Tombados (inclusive em processo ou região de tombamento) ou de patrimônio histórico.
  • Financiados ou alienados à outra instituição financeira.

Qual o valor mínimo de crédito que pode ser levantado?

A partir de 50 mil reais.

Existem custos adicionais?

Não, as instituições que trabalhamos têm todos os custos embutidos nas parcelas.

Existem limitações ao uso do recurso?

Não. O uso do recurso é livre, o que permite investimento no seu negócio, reforma do seu imóvel ou qualquer outro projeto.

Quais são os documentos necessários?

Os documentos exigidos podem variar de uma instituição para outra. Em geral, é necessário:

  • Ficha de matrícula do imóvel emitida há menos de 30 dias.
  • Cópia simples do carnê do IPTU do exercício vigente.
  • Certidão negativa de impostos municipais (IPTU/TLP) sobre o imóvel.

*O valor do IOF será financiado e acrescido ao montante da operação, além das despesas financiáveis (se o cliente desejar), totalizando até 60% do valor do imóvel.